Sexta, 27 de Maio de 2022
°

-

Anúncio
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Projeto determina que provedores sejam transparentes quanto a remuneração de usuários

Marina Ramos/Câmara dos Deputados Andrade: algoritmos não sofrem auditorias e não têm transparência O Projeto de Lei 4357/21 determina que os pro...

21/02/2022 às 13h35
Por: Fabricio Vieira Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Andrade: algoritmos não sofrem auditorias e não têm transparência - (Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)
Andrade: algoritmos não sofrem auditorias e não têm transparência - (Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)

O Projeto de Lei 4357/21 determina que os provedores de aplicações de internet que remuneram seus usuários o façam de maneira transparente, com explicações claras e compreensíveis do funcionamento de seus algoritmos de monetização.

Pela proposta em análise na Câmara dos Deputados, os provedores deverão oferecer aos usuários estatísticas e expectativas reais de remuneração.

Autor do projeto, o deputado Cássio Andrade (PSB-PA) destaca que, com o sucesso e a expansão das redes sociais, sugiram novas formas de remuneração de usuário, a partir do convite a novos usuários e até mesmo para a visualização de conteúdo com anúncios publicitários.

"O fato é que esse processo de monetização ou de cash back, como é conhecido, é algo bastante opaco", aponta. "Muitos adolescentes ficam horas na frente de uma tela tentando ganhar dinheiro com anúncios enganosos em função de expectativas irreais", completa. "É preciso que, ao menos, as informações para que uma pessoa se engaje nesse tipo de atividade sejam minimamente confiáveis."

O texto insere dispositivos no Marco Civil da Internet e prevê que o descumprimento da medida sujeitará o infrator às sanções previstas no marco, que incluem advertência, multa, suspensão temporária das atividades e proibição de exercício das atividades.

Tramitação
A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias